Entrar

ESTADO NUTRICIONAL DE VITAMINA A E DE VITAMINA E

ANA GABRIELLA COSTA LEMOS DA SILVA

epub-BR-PRONUTRI-C9V1_Artigo1
  • Introdução

As vitaminas A e E são nutrientes essenciais, solúveis em gordura, encontradas naturalmente nos alimentos e envolvidas em vários processos biológicos importantes, como imunidade, proteção contra danos nos tecidos, reprodução, crescimento e desenvolvimento.1

A vitamina A atua no funcionamento visual, na expressão gênica, no crescimento e no desenvolvimento físico, na manutenção da integridade das células epiteliais e no sistema imunológico.2 A vitamina E é um potente antioxidante que atua, principalmente, na função imune, no controle da inflamação e no desempenho cognitivo.3

A deficiência de vitamina A (DVAdeficiência de vitamina A) destaca-se entre os mais significativos problemas nutricionais em grande parte da população de países em desenvolvimento, e os principais grupos de risco são crianças em idade pré-escolar, gestantes e lactantes.4

As reservas de vitamina E nos recém-nascidos (RNrecém-nascidos) são relativamente baixas porque apenas pequenas quantidades dessa vitamina atravessam a placenta. Assim, os RNrecém-nascidos, sobretudo os pré-termo (RNPTrecém-nascido pré-termos), apresentam maior risco de deficiência de vitamina E (DVEdeficiência de vitamina E). No entanto, o risco diminui com a idade, porque os bebês geralmente obtêm uma quantidade suficiente dessa vitamina com o aleitamento materno ou por meio de fórmulas lácteas comerciais. Já os adultos podem armazenar grandes quantidades de vitamina E no tecido adiposo, por isso a deficiência é pouco observada nesse grupo.5

Neste capítulo, serão apresentadas informações sobre a avaliação nutricional, as funções, fontes alimentares e recomendações dietéticas e deficiência das vitaminas A e E.

  • Objetivos

Ao final da leitura deste capítulo, o leitor será capaz de

 

  • reconhecer as principais funções, fontes alimentares e recomendações dietéticas das vitaminas A e E;
  • identificar os indicadores do estado nutricional de vitaminas A e E;
  • reconhecer os principais grupos de risco de DVAdeficiência de vitamina A e DVEdeficiência de vitamina E.
  • Esquema conceitual
Cadastre-se para ler o artigo completo
Já tem uma conta? Faça login