Entrar

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes do programa.

USO DAS TECNOLOGIAS COMO FERRAMENTA DE GESTÃO NO TRABALHO DA ENFERMAGEM

Ariane Cristina Ferreira Bernardes Neves

Patrícia de Oliveira Dias

epub-BR-PROENF-GES-C13V2_Artigo4

Objetivos

Ao final da leitura deste capítulo, o leitor será capaz de

 

  • analisar como as tecnologias podem apoiar os serviços de saúde e qualificar a assistência prestada pela equipe de enfermagem;
  • diferenciar os termos telemedicina, telessaúde e telenfermagem, descrevendo a interligação existente entre eles;
  • identificar as vantagens e os desafios para a implementação de prontuários eletrônicos;
  • considerar a importância das tecnologias em saúde e como elas colaboram para a manutenção do Sistema Único de Saúde;
  • reconhecer o papel do enfermeiro gestor para o desenvolvimento e o uso das tecnologias digitais.

Esquema conceitual

Introdução

O aparecimento das tecnologias e as inovações tecnológicas são considerados a base para o desenvolvimento das organizações, e a consequente massificação da sua utilização tem impactado a forma como a sociedade atual se organiza e evolui. Possuem importância em todos os setores, com grande potencial na saúde, revelando-se úteis, precisas e confiáveis para a realização de atividades gerenciais e assistenciais, com melhoria dos padrões de saúde na população em geral.1,2

No que diz respeito à gestão em saúde, destaca-se que a implementação das tecnologias de informação e comunicação (TICs) permite a operacionalização de processos e a captação de dados de fontes altamente variadas de maneira mais ágil e fácil, revelando-se de utilidade ímpar na realização de atividades de gestão.3 Nessa direção, a contribuição da tecnologia na gestão da enfermagem tem influência na eficiência, eficácia e segurança dos cuidados.3,4

O desenvolvimento das TICs permite aos enfermeiros gestores uma tomada de decisão mais célere e objetiva, o que melhora a qualidade dos serviços prestados e reduz os custos inerentes, contribuindo para a sustentabilidade dos sistemas de saúde.5,6

O enfermeiro gestor deve adotar uma postura proativa no uso das tecnologias disponíveis, a fim de garantir que ocorram melhorias significativas nos processos de trabalho dos enfermeiros, na excelência dos cuidados e no aumento da segurança e qualidade de vida de colaboradores e clientes.5,7

As tecnologias na área da saúde oferecem uma multiplicidade de ferramentas aos profissionais, como telemedicina, telessaúde, telenfermagem, prontuários eletrônicos, bases de dados clínicas, comunicação por e-mail com os clientes, bibliotecas virtuais de informação, prescrição de medicação, interpretação de exames, entre outras utilidades. Para o cliente, também disponibilizam um variado leque de serviços e informação, como consulta de informação de saúde ou marcação de consultas on-line.6

Diante disso, é abordada, neste capítulo, a temática, incluindo um aporte teórico introdutório sobre a tecnologia em saúde e nos serviços de enfermagem, além dos aspectos teóricos e operacionais que norteiam telessaúde, telemedicina, telenfermagem, prontuário eletrônico do paciente (PEP) e avaliação de tecnologias em saúde (ATS), atrelada à responsabilidade gerencial no uso dessas tecnologias em saúde.